Notícia

2023/03/29 Secretaria de Saúde e Bem-Estar Social

SAMPAIO PROMOVE A 5ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE

imagem da abertura

A 5ª Conferência Municipal de Saúde, com o tema “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia - Amanhã vai ser outro dia”, ocorreu na Quadra Poliesportiva da Escola Municipal 1º de Junho, na terça-feira (28), à noite e na quarta-feira (29), durante o período da manhã. O evento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contou com a participação da sociedade, conselho, entidades e técnicos da área. Na solenidade de abertura, a Presidenta do Conselho Municipal de Saúde, Maria Raimunda dos Santos, fez a abertura oficial, desejando boas-vindas ao evento, que logo em seguida deu espaço á Secretária Municipal de Saúde, Valéria Pereira Lopes, que falou sobre a importância de se discutir as políticas públicas para melhorá-las, e que a conferência tem por objetivo avaliação da política da saúde e a definição de diretrizes para o aprimoramento do Sistema Único de Saúde – SUS. Na solenidade de abertura também participaram: O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Domingos Rodrigues da Silva, falou da importância da participação da sociedade no evento. O Vereador Antonio Filho (Papagaio), reforçou a importância da conferência, pois é o momento de colocar sugestões de melhoria para a saúde do município. O Vice-Prefeito, Victor Furlan também fez suas colocações, no que se refere à participação da sociedade em propor suas ideias para o fortalecimento do SUS. na oportunidade, o Prefeito, Armindo Cayres de Almeida, falou o quanto é fundamental a participação da sociedade nas conferências, o quanto isso contribui para a melhoria da saúde do município. Em seguida, a palestra de abertura foi ministrada pelo promotor de Justiça, Dr. Paulo Sérgio, que abordou o tema central do evento. “Este é um espaço para juntos avaliarmos a saúde da do município e propor as diretrizes para formulação da política pública de saúde” Disse o promotor. Para falar sobre os Eixos Temáticos, Marleide Aurélio da Silva, convidada do Conselho Estadual de Saúde, fez um pequeno resgate histórico até a criação do SUS- Sistema Único de Saúde pela Constituição Federal de 1988. A mesma fez uma explanação dos quatros eixos, explicando a importância da participação popular para avaliação e fazer propostas para a melhoria da saúde pública no município de Sampaio, no Tocantins e Brasil. Foi apresentado qual a responsabilidades dos entes federados e a organização do SUS no território do Tocantins. Pontuou que os 139 municípios têm gestão da atenção primaria e alguns municípios têm parte da média complexidade e a gestão estadual faz parte da média e a alta complexidade. Além da saúde do Estado do Tocantins atender os 139 municípios, o estado trabalha sempre acima da capacidade, pois é sobrecarregado com pacientes que vem de fora. Ofertar saúde pública de qualidade é um desafio diário, que temos superado muitos obstáculos e precisamos avançar cada dia mais”. Afirmou a palestrante. Na manhã da quarta-feira (29), o evento teve início com a leitura do Regimento Interno, feita pelo Senhor Jornadel Pereira da Silva, Secretário de Administração, na sequência, foram promovidos grupos de discussão, leitura de propostas, plenária final e eleição dos delegados para conferência estadual. Representantes da sociedade civil, Conselho de Saúde, entidades e técnicos da área dialogaram sobre: I- O Brasil que temos e o Brasil que queremos; II- O papel do controle social e movimentos sociais para salvar; III- Garantir direitos e defender o Sus, a vida e a democracia; e IV- Amanhã vai ser outro dia para todas as pessoas. Na Plenária Final da Conferência Municipal de Saúde foi considerada habilitada a aprovar propostas, com quórum mínimo de 50% (cinquenta por cento) mais 1 (um) dos delegados credenciados presentes. Assim, as comissões dos eixos apresentaram as propostas, seguidas do voto da plenária. O Relatório Final da 5ª Conferência Municipal de Saúde, debatido e aprovado por 73 delegados em âmbito municipal, por representantes da sociedade e dos trabalhadores, prestadores e gestores da saúde debruçaram-se sobre as diretrizes, eixos e propostas originárias em um processo que serão enviadas para o estado que deverá inovar o sistema de controle social desenvolvido pelo SUS. Para encerrar, foi realizada a eleição dos quatros (4) delegados titulares e quatros (4) suplentes para a Conferência Estadual de Saúde.

Anexos da Notícia

Nome Tamanho
RELATOTIO DA CONFERENCIA SAUDE.pdf 374.91 KB Baixar

Visualizações: 1145